WhatsApp: recurso de voz chega ao Brasil

B2B Magazine

Switch to desktop Register Login

WhatsApp: recurso de voz chega ao Brasil

WhatsApp: recurso de voz chega ao Brasil Reprodução

 

Chegou a novidade que muitos esperavam: o WhatsApp habilitou seu recurso de ligações no Brasil. Em 2014, Jan Koum, CEO da empresa, já havia dito que o serviço de voz deveria chegar no primeiro trimestre desse ano. A função já estava em período de testes há algum tempo e agora foi oficializada – com um detalhe, por enquanto, apenas usuários do Android possuem acesso.


O serviço funciona como o Skype, via VoIP, ou voz por IP. Para utilizá-lo, é necessário atualizar o app para a versão 2.11.552 ou superior (verifique a sua em Configurações > Ajuda > Sobre).


Segundo o Link Estadão, alguns golpes relacionados ao recurso já existem por aí. Como o período em beta funcionava por meio de convites, uma mensagem que prometia desbloquear a função começou a circular. Ela possui um link que redireciona o usuário para a página “whatsappcalling”, na qual a vítima é convidada a passar a mensagem para dez contatos e responder uma pesquisa online. Portanto, o melhor é fazer o download da última versão diretamente pelo site do WhatsApp.


Depois da instalação, o usuário precisa reiniciar o aparelho e receber uma ligação de um contato que já tenha o recurso funcionando. Em seguida, a interface principal do app terá outra cara: exibirá, além das colunas de Conversas e Contatos, uma de Ligações.


Como a função depende do volume de dados disponíveis no dispositivo, o mais indicado é utilizá-la quando estiver utilizando uma conexão Wi-Fi.

 

E o iOS ficou de fora de novo...

Não é a primeira vez que um lançamento do WhatsApp contempla apenas o Android. Quando lançou a versão web do app, em janeiro, a empresa explicou que o sistema da Apple não tinha acesso à novidade por não ter um “background multi-tasking” e uma tecnologia “push” apropriada.


Ainda não foi divulgado quando as ligações e a versão web estarão disponíveis para os iPhones.  

 

*Com informações do Link Estadão

 

Leia mais:
Empresas descobrem o WhatsApp
Aplicativos e wi-fi gratuitos podem quebrar operadoras?
Mesmo investindo, Viber fica atrás

Compartilhe:

Submit to FacebookSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
" num_posts="7" width="600">

B2B Magazine 2013 - Todos os direitos reservados.

Top Desktop version