5 reflexões sobre o sucesso de Pokémon GO

B2B Magazine

Switch to desktop Register Login

5 reflexões sobre o sucesso de Pokémon GO

5 reflexões sobre o sucesso de Pokémon GO Divulgação


Nos últimos dias, um fenômeno global ultrapassou os limites do mundo da tecnologia e dos games para tomar a internet, o marketing e a vida das pessoas: Pokémon GO. A Nintendo conseguiu balançar o mundo digital com seu lançamento, que se tornou o foco de discussões sobre realidade mediada, geolocalização, publicidade online e até riscos reais como pessoas sendo atropeladas nas ruas por andarem distraídas demais brincando de capturar os personagens.


O viral já conseguiu inclusive ultrapassar ninguém menos que o Facebook com relação ao tempo em que os usuários passam no aplicativo, de acordo com um levantamento da empresa Sensor Tower divulgado nesta semana. Quando lançado, em pouco tempo superou também os usuários do Tinder.


Diante de tamanho sucesso, o site espanhol Marketing Directo propôs algumas reflexões sobre os motivos pelos quais o relançamento de um clássico dos anos 1990 conseguiu “quebrar a internet” e impactar em diversas áreas. Confira:


1. Pokémon GO é um game que não prende seus jogadores em casa, forçando-os a ir às ruas
Difente de outros jogos, que confinam seus jogadores em suas casas diante de telas, Pokémon GO obriga as pessoas a ocuparem as ruas. Não apenas para capturar animais como também para protagonizar batalhas, correr atrás de recompensas e incubar ovos. O sedentarismo de muitos que viviam confinados em suas casas graças aos jogos de videogame pode estar com os dias contados graças a Pokémon GO.


2. A nostalgia é uma arma “marketeira” de atração massiva
Pokémon GO traz consigo uma marca icônica que marcou a vida de muitos jovens que cresceram nos anos 90. A nostalgia, neste caso, é uma arma poderosíssima nas mãos dos criadores do jogo, já que os adultos de hoje, todos devidamente equipados com celulares de última geração, podem matar as saudades da infância. Pokémon foi um fenômeno cultural na década passada e revivê-lo vem se mostrando uma boa estratégia de marketing.


3. A geolocalização finalmente se mostra potente para além do Google Maps
Os serviços de geolocalização estão presentes no mundo digital há algum tempo. Ainda assim, a tecnologia ainda não vinha ganhando aplicações significativas para além dos serviços de mapas e transportes. No caso de Pokémon GO, o que vemos é a utilização do recurso como elemento principal do produto de forma efetiva.


4. Pokémon GO obriga as operadoras de telefonia móvel a não descansarem
A qualidade nas conexões móveis é assunto constantemente discutido, e que geralmente tira os usuários do sério, sobretudo nos países em desenvolvimento. Para funcionar adequadamente, Pokémon GO exige estar conectado a uma rede de boa qualidade. Diante do sucesso do game, as operadoras se veem obrigadas a tratar de reparar suas deficiências e entregar um serviço melhor a seus clientes, caso não queiram perder dinheiro.


5. O mundo está conectado e não quer se desconectar
Apesar de Pokémon GO estar disponível apesar em poucos países até agora, usuários ao redor do mundo estão correndo atrás de tudo quanto é recurso para poder ter acesso ao jogo. A globalização da conversa sobre o game é uma prova de que, em uma era tão conectada, não há sentido algum em manter barreiras geográficas.


*Via Adnews

 

Compartilhe:

Submit to FacebookSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
" num_posts="7" width="600">

B2B Magazine 2013 - Todos os direitos reservados.

Top Desktop version